Como aumentar a performance nos esportes?

Por Rafael Ribeiro, preparador físico e professor

Vamos falar sobre performance? Se você acha que treinamento é só a preparação física, leia esse texto e depois tire suas conclusões…

Existem diversos fatores que influenciam seu rendimento. Temperatura, umidade relativa do ar, sono, clima, estado psicológico, fome e humor são apenas alguns deles. Tudo isso pode fazer você ficar quase irreconhecível em determinadas situações “fora de casa” e não entender o porquê de você treinar tanto, estar super bem preparado fisicamente e, no final, não conseguir desempenhar aquilo que planejou. Isso é bem comum quando praticamos alguma atividade durante uma viagem a um lugar diferente daquele em que vivemos, por exemplo. E é aí que entra a complexidade da preparação esportiva.

Elevar o seu nível de rendimento envolve o entendimento de diversos fatores que podem agir isolados ou mesmo em interações que se tornam bem difíceis de controlar. Vou abordar aqui um exemplo que aconteceu comigo durante a prática de surfe na minha última viagem à Portugal. São apenas três pontos – e com consequências importantes para as pessoas prestarem atenção:

1- O FRIO: para me proteger da sensação de quase virar um picolé, usei materiais feito de borracha. Uma roupa 4.3mm + luvas de 1mm + capuz de 2mm (primeira vez) + meias de 1mm. O resultado disso é que seu corpo fica mais pesado e você utiliza mais força em todas as ações musculares – o que acaba aumentando consideravelmente o seu gasto energético;

2- A PERCEPÇÃO DO MOVIMENTO: por conta de tanta proteção do frio, você acaba perdendo um pouco da sensibilidade em cima da prancha ou bodyboard, da amplitude dos movimentos e da visão periférica. Num primeiro momento, isso prejudica a leitura da onda, ou seja, limita o entendimento do que fazer ao entrar nela. Em seguida, você terá mais dificuldade para manter o controle da linha escolhida e também na realização das manobras. Por fim, até a sua remada fica prejudicada e ela é algo decisivo para vários momentos da sessão.

3- ESTADO PSICOLÓGICO: com as questões 1 e 2 aliadas ao fator de stress pela inospitalidade do local, temos um quadro psicológico completamente desfavorável. Você não conhece o lugar, o crowd (lugar cheio de surfistas) é intenso e a localidade é famosa no mundo todo por ter ondas fortes, pesadas e tubulares. Isso geralmente afeta a sua confiança e essa sim é a determinante de performance!

Leia também A relação entre metabolismo energético, jejum e desempenho

Mas o que podemos fazer num caso como esse para minimizar os efeitos de tantas variáveis?

➡ Prepare bastante o corpo antes de entrar na água. Um “aquecimento” bem feito precisa conter:

  • Liberação miofascial;
  • Mobilidade;
  • Alongamentos dinâmicos;
  • Ativação de músculos específicos (romboides, trapézio inferior, complexo póstero-lateral do quadril);
  • Saltos.

➡ Fique uns 30 minutos olhando o mar para analisar as condições (maré, vento e direção da onda) e o que os locais estão fazendo ao pegarem as melhores e/ou maiores ondas (leitura da linha).

➡ Faça alguns testes com os equipamentos antes de cair nos dias de ondas grandes. Isso pode fazer você não estranhar muito o uso do capuz , por exemplo.

➡ Não dispute remada com os locais. Uma simples discussão pode deixar o seu estado ainda mais apreensivo.

➡ Comece pelas ondas mais fáceis até você entender as condições momentâneas. E vá subindo o nível, caso se sinta confortável.

Leia também Um teste rápido para verificar a desidratação

De todos esses pontos que falei no texto, a grande maioria iria passar despercebido na hora da formatação de um treino focado para uma viagem com fins esportivos. Pensar no máximo de variáveis possíveis que podem ou tendem a interferir na sua performance é a alma da preparação esportiva!

Bons treinos e até a próxima!


Dica: Faça esse curso online sobre Método Russo de Treinamento – Hipertrofia e força muscular (Ricardo Rambo)São 16 módulos de curso teórico com mais de sete horas em vídeo + 10 aulas práticas. Você irá receber um e-book oficialmente registrado na biblioteca nacional sobre métodos de treinamento de forço baseado na escola Russa.