Páscoa moderada: fique atento às calorias!

Vem chegando o domingo de Páscoa e, além dos deliciosos chocolates, vamos ter uma chuva de calorias… Gastronomia farta com receitas de família regadas a vinho e outras bebidas bem calóricas.

Eu acredito que a gente precisa se permitir curtir as delícias da vida, mas com certa moderação e controle e sabendo sempre quanto isso irá nos custar. Não estou falando apenas em dinheiro (bacalhau está caro mesmo!), mas me refiro ao custo calórico que cada exagero proporciona nessas datas festivas. Você já se deu conta do quanto significam 50 gramas de chocolate em calorias? E uma porção de bacalhau?

Fui conversar com alguns nutricionistas sobre isso…

Dr. Rodrigo Macedo disse que “chocolates são alimentos ricos em açúcar e gorduras. Estes dois elementos promovem um turbilhão de alegrias para o cérebro. Por isso, temos tanto prazer ao comê-los. O açúcar, independente da sua forma (refinado, demerara ou orgânico), induz aumento de gula, gerando maior consumo de energia (kcal). Já as gorduras são nutrientes com alta densidade energética. Desta forma, quando associados, como nos chocolates, sorvetes e biscoitos, promovem grande chance de ganho de gordura. A sugestão não é tirar esses alimentos da alimentação, mas consumir moderadamente em alguns momentos. Neste caso, seria interessante comer mais especificamente em momentos especiais, como a Páscoa”. Em resumo, tudo com moderação pode ser feito. Evite somente o exagero.

Quer entender melhor os “Aspectos Fisiopatológicos da Obesidade? Clique aqui para saber mais sobre meu curso online!

Me. Ediana karnopp também falou um pouco sobre as calorias dos alimentos mais consumidos nessa data:

– 50g de chocolate tem, em média, 268 Kcal.

– 50g de ovos de páscoa recheados com brigadeiro, beijinho ou trufas tem, aproximadamente, 270 Kcal.

– 100g de bacalhau com nata tem, em torno, 104,5 Kcal.

– 100g de bacalhau frito ou camarão frito tem cerca de 120,80 Kcal.

– 100g de peixe frito ou ensopado tem, aproximadamente 130,4 Kcal

– 100ml de vinho tinto tem cerca de 74 Kcal.

Bem, agora que você já sabe mais ou menos quantas calorias irá consumir, vou dar um exemplo de quanto é preciso se exercitar para gastá-las.

A atividade de corrida ou caminhada é a recomendação mais básica quando se fala em gasto calórico, pois é fácil de ser feita. Quando é realizada na esteira geralmente o painel já faz um cálculo aproximado do gasto.

Mas, quando não temos a esteira, é possível usar esse cálculo que leva em consideração a massa corporal do sujeito, o tempo da atividade e a velocidade usada no trajeto. Se você souber a distância e o tempo que percorreu vai conseguir calcular a velocidade. É física básica. Essa é uma maneira aproximada para achar o gasto calórico individual, porque considera que gastamos 1 Kcal por hora multiplicada pela massa corporal e multiplicada novamente pela velocidade (km/h).

EXEMPLO DE CÁLCULO

Massa corporal (kg)        VELOCIDADE          GASTO                  RESULTADO
             70kg                             10km/h         1h x 70kg x 10km/h       700kcal

Ao ajustar o consumo e o gasto calórico você irá manter uma massa corporal mais baixa e ser mais saudável. Mas não esqueça de procurar sempre profissionais de nutrição e educação física graduados.

Feliz páscoa com muita saúde e alegria!

Att. Dr. Andre Lopes – PhD em Ciências do Movimento Humano / UFRGS

Leia também
Azeite de oliva na regeneração de um músculo lesionado
Nutrição faz diferença no desempenho?
Treinamento cardiovascular e os benefícios de pular corda